A COVID–19 e a Agricultura

855

Portugal e o mundo sofrem os impactos do coronavírus. Estamos todos a aprender e a alterar hábitos, percebemos que as nossas ações não influenciam apenas a nossa vida, mas influenciam a vida de todos! Os beijos e abraços são desaconselhados e a melhor forma de nos protegermos é estar longe dos familiares e amigos.

Um desafio, que se revela à primeira vista simples é-nos feito: ficar em casa e a ter RESGUARDO!! Devemos evitar contactos com outras pessoas!!!

Se há pessoas cujo trabalho permite fechar as portas das empresas, fazer uma pausa, no setor primário isso não é possível. É necessário continuar a trabalhar (com cuidados redobrados)! O setor agrícola tem muito peso na económica do nosso concelho: das hortícolas, à produção de leite, passando pela floricultura, muitos são os poveiros que fazem da agricultura o seu modo de vida.

Com o COVID 19 a determinação e resiliência DOS AGRICULTORES é posta, uma vez mais à prova! Tal como noutras situações de crise, o sector agrícola é desafiado a produzir para garantir a alimentação de crianças, jovens, adultos e idosos. É necessário que continue a chegar à mesa dos portugueses alimentos frescos, saudáveis, seguros e nutritivos.

Apesar do nosso trabalho, não ser reconhecido pela sociedade e pelo poder político nacional nós estamos cá a fazer o nosso melhor e mais uma vez a mostrar a relevância que este sector tem todos os dias e não apenas em alturas de crise como a que vivemos atualmente. Ao longo dos anos temos enfrentado muitas dificuldades e desafios, e temos sabido responder com rapidez e eficiência. Desta vez não será diferente!

MARISA COSTA