Agressor que morreu de ataque cardíaco também bateu nos filhos

1892

O homem que ontem de manhã morreu fulminado por um ataque cardíaco, enquanto espancava a mulher, também agrediu os dois filhos. A filha que vivia com o casal chegou a casa e encontrou a mãe no chão da garagem, com sangue. Já o outro filho vive num anexo junto à casa e ouviu a irmã a pedir ajuda. Ambos foram agredidos quando tentavam ajudar a mãe. Receberam tratamento hospitalar mas já tiveram alta. A mulher, de 73 anos, foi levada em estado grave para o Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos, onde ficou internada.

Quanto aos pais, casados há mais de cinco décadas, foi uma relação que terá sido quase sempre marcada pelos casos de agressões e por múltiplas queixas junto das autoridades.