Terça-feira, Março 21, 2023

Chegou a altura dos irmãos partilharem o quarto? Truques para uma boa organização

Quando a casa não tem espaço suficiente, ter os irmãos no mesmo quarto é a alternativa mais comum. Deste modo, há um aproveitamento do espaço e as visitas noturnas por parte do pais são mais fáceis.

Embora existam vantagens em criar quartos partilhados entre irmãos, é importante haver uma boa gestão e organização, para que a experiência possa ser positiva. Caso contrário, pode ser uma fonte de conflitos.

Quais as vantagens de ter os irmãos no mesmo quarto?

Uma das grandes vantagens de ter os irmãos no mesmo quarto é o aumento de segurança. Por norma, o irmão mais velho consegue transmitir segurança ao irmão mais novo, levando-o a sentir que não está sozinho no quarto e que se precisar de alguma coisa tem o irmão ao lado.

Por outro lado, ter os irmãos no mesmo quarto leva ao aumento da cumplicidade entre eles, sobretudo se os irmãos tiverem idades diferentes. Como acabam por passar o dia separados, ao dormirem no mesmo quarto, podem colocar a conversa em dia ou realizarem alguma atividade antes de adormecer.

Outra vantagem é conseguirem ultrapassarem os medos juntos, sobretudo se um deles tiver mais dificuldades em dormir devido ao medo do escuro.

Tenha paciência com os conflitos que podem existir por ter os irmãos no mesmo quarto

Se por um lado ter os irmãos no mesmo quarto pode ter muitas vantagens, existe a possibilidade de existirem birras e conflitos.

De modo a proporcionar uma boa experiência, incentive a resolução destes conflitos através do diálogo entre os irmãos. Com o tempo, passarão a resolver os problemas entre si de forma pacífica.

Como criar um quarto para os irmãos partilharem?

Para que possa ter um ambiente harmonioso, é crucial que cada criança tenha o seu próprio espaço para, por exemplo, arrumar os seus brinquedos ou expressar os seus gostos. Assim, cada uma pode organizar o seu espaço da maneira que mais lhes fizer sentido.

Posto isto, existem alguns truques para melhorar a estadia dos irmãos no mesmo quarto:

1. Ter camas de criança adequadas a um quarto partilhado

Uma vez que a principal atividade de um quarto é o descanso, é crucial escolher uma cama de criança que proporcione isso mesmo.

Caso o quarto seja grande, pode optar por criar um layout em paralelo, em L ou em U (no caso de três crianças) com camas de solteiro.

Se porventura o espaço for pequeno, nada como os clássicos beliches. Deste modo, consegue ter várias camas no espaço de uma. O mais comum são as de dois andares, mas existem com três ou mais camas.

Para potenciar não só o espaço de dormir como também o da arrumação, nada melhor do que beliches com arrumação. Deste modo, é possível arrumar, por exemplo, brinquedos ou a roupa de cama.

2. Responder às diferentes necessidades dos irmãos que vão estar no mesmo quarto

Quando existem irmãos com idades muito diferentes, é normal que cada um precise de um espaço com características diferentes do outro. Por isso, se tem vários filhos, o mais indicado é que eles durmam de acordo com a idade, pois têm rotinas mais semelhantes.

Ainda dentro deste ponto, outra opção passa por dividir o quarto de forma eficiente e reforçar cada vez mais as lições sobre a privacidade, para que cada um possa respeitar o espaço do outro.

3. Ter decoração adequada a cada irmão

Na sequência do ponto anterior, é crucial prestar atenção a cada espaço do quarto, ou seja, a área de cada criança deve ser decorada de forma diferente. No entanto, no final deve existir uma espécie de ligação entre eles.

Atualmente, existe mobiliário de criança de linhas minimalistas e que a acompanham ao longo do seu crescimento. Contudo, é importante ouvir a opinião da criança acerca do assunto, para que ela possa sentir que o espaço tem o seu toque pessoal.

No caso de os irmãos que vão partilhar o mesmo quarto serem de sexos diferentes, pode optar por utilizar cores neutras nas paredes e os móveis, e trazer pontos de cor através dos elementos decorativos.

4. Utilizar espelhos e luz natural para ampliar o espaço

Se o quarto é muito pequeno, pode utilizar espelhos para conseguir criar a ilusão de um quarto maior. No entanto, tenha cuidado com o local onde coloca, tendo em conta as idades das crianças.

Para que o quarto possa parecer maior, deve também prestar atenção à iluminação. Nesse sentido, deixe que a luz natural entre. Deste modo, não só está a ampliar o quarto, como a arejá-lo e a aquecê-lo de forma natural.

Artigos Relacionados