Detido na Póvoa por violência doméstica

3431

No âmbito de uma investigação de crime de violência doméstica, a GNR deu esta semana cumprimento a um mandado de detenção, emitido devido “ao perigo de continuidade das agressões praticadas por parte do suspeito”, informa a GNR em comunicado.

Depois de uma investigação de 2 meses, um homem de 61 anos, “com antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime e por violação de imposições judiciais, foi detido na Póvoa de Varzim”.

A vítima, a sua ex-cônjuge, de 60 anos, era “reiteradamente perseguida e injuriada, quando uma das obrigações judiciais, imposta ao arguido, era o afastamento da residência e proibição de contactos com a mesma”.

O detido ficou sujeito “à medida de coação de afastamento da residência, proibição de contacto por qualquer meio com a vítima e apresentações quinzenais no posto policial da sua área de residência, sendo ainda controlado através do recurso a meio eletrónico” (pulseira eletrónica).