Detido pela posse de arma usada por familiar em tentativa de homicídio na Póvoa

A Polícia Judiciária deteve esta quarta-feira em flagrante delito um homem pelo crime de detenção de arma proibida.

Em comunicado, a PJ revela que a detenção surgiu na sequência do cumprimento de mandado de busca, visando “a recuperação da arma de fogo interveniente na tentativa de homicídio” ocorrida na tarde do dia 15 de agosto, na cidade da Póvoa do Varzim, cujo autor já se encontra em prisão preventiva.

O arguido, “familiar do autor dos disparos”, aquando da abordagem policial encontrava-se na posse da pistola “presumivelmente usada para a prática dos factos”, a qual foi apreendida.

Este detido, de 26 anos, desempregado, com antecedentes criminais pela prática dos crimes de condução ilegal, ofensas à integridade física e roubo, vai ser presente a tribunal para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação.

Os factos de agosto terão ocorrido no bairro Sopete na sequência de uma discussão, por motivo fútil, entre clientes duma esplanada. O arguido, não obstante estar num espaço público com dezenas de pessoas em redor, fez cinco disparos na direção da vítima, a qual foi atingida nos membros e na zona abdominal, tendo corrido perigo de vida.