Ministro visita novas instalações de escolas de turismo e design na Póvoa de Varzim e Vila do Conde

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, esteve na tarde de segunda-feira na inauguração de novas instalações da ESMAD e ESHT, pólos situados na fronteira entre Póvoa de Varzim e Vila do Conde e que pertencem ao Instituto Politécnico do Porto.

A Escola Superior de Media, Artes e Design (ESMAD) tem agora uma nova oficina, estúdios e suites de edição. Já na Escola Superior de Hotelaria e Turismo (ESHT) foram inaugurados laboratórios de aplicação e um restaurante. Dois milhões de euros foi o investimento global das infraestruturas.

No seu discurso, o ministro disse que a retoma das atividades letivas tem de ser feita de maneira “gradual e faseada”, e mostrou-se satisfeito com a responsabilidade demonstrada por docentes e alunos.

“Tal como nos adaptamos ao regime à distância, temos de perceber que agora a retoma tem de ser gradual. Esta é uma operação de grande responsabilidade, mas tenho sentido que as instituições estão a cumprir todas as premissas para garantir o reinício seguro das atividades letivas”, disse.

O ministro tinha antes visitado um dos centros de testagem da covid-19 da Universidade do Porto e disse ser “uma satisfação ter visto que os estudantes estavam felizes por regressar às atividades letivas presenciais, mas também perceber que nesta testagem na Universidade Porto ainda não tinha havido testes positivos”.

Manuel Heitor vincou que o ministério irá “respeitar a autonomia” das universidades sobre o modelo de retoma que irão preconizar, lembrando que “há situações diversas no país”. Reconheceu, igualmente, que o período sem aulas presenciais devido a confinamento poderá ter reflexos negativos na evolução académica dos alunos, considerando que as universidades terão de se mobilizar para encarar o problema.

A concluir, o ministro assegurou que “não há discriminação” dos professores do ensino superior relativamente à vacinação, porque “o contacto entre estudantes e docentes é muito inferior aos outros graus de ensino”.

Fotos Bianca Motta/POLITÉCNICO DO PORTO