Morreu pintor Daniel Hompesh que escolheu a Póvoa para morar

0
14212

O pintor de nacionalidade belga, Daniel Hompesh, e que escolheu a Póvoa de Varzim para residir e também criar muitos dos seus trabalhos, morreu no sábado, vítima de doença prolongada.

O artista, que nasceu em 1948 e se licenciou no Institut Superieur des Beaux-Arts et Architecture Saint Luc de Liége, promoveu na Póvoa de Varzim diversas exposições além de criar laços familiares, terra onde nasceu um dos seus filhos.

Daniel Hompesh referiu um dia: “Um fim-de-semana, vim até à Póvoa de Varzim. Gostei muito e fiquei. O meu filho Nicolau nasceu aqui. Comecei a fazer projectos de arquitectura para uma firma de hotelaria e abri um atelier de pintura, onde dei aulas a jovens e senhoras de idade”.

O velório de Daniel Hompesh decorre este domingo nas instalações da Funerária Miranda, junto à Fortaleza da Póvoa, de onde sairá amanhã de manhã às 9h para cremação em S. João da Madeira.