Operação de combate à contrafação passou em Vila do Conde

Mais de 24 mil artigos contrafeitos, avaliados em 22 mil euros, foram apreendidos após fiscalizações em empresas sediadas em Vila do Conde, Santiago do Cacém, Guimarães e Barcelos, informou esta terça-feira a ASAE, Autoridade de Segurança Alimentar e Económica.

No decurso dessas ações foram apreendidos 24.397 artigos contrafeitos, concretamente vestuário, bijuteria, relógios, malas, carteiras, perfumes, máquinas de bordar, ‘pen drives’, entre outros, ostentando marcas registadas e de prestígio internacional, e um equipamento de suporte digital.

A ASAE destaca que foram desmanteladas as atividades que “lesavam os consumidores que adquiriam erroneamente” produtos de origem contrafeita, salvaguardando-se, desta forma, a imagem das marcas e a leal concorrência entre operadores económicos.

Foram constituídos arguidos e sujeitos a termo de identidade e residência dois implicados na contrafação, sendo o valor total das apreensões cerca de 220.000 euros.