Padrasto acusado de abusos contra menina de 9 anos em Vila do Conde

1613

O Ministério Público (MP) acusou formalmente um homem que, durante o ano 2018, terá abusado sexualmente da enteada. Isto terá sucedido repetidas vezes, não só durante o período em que viveu com a vítima em Tenerife, mas também durante umas férias, em Vila do Conde. O alegado pedófilo foi surpreendido por familiares a atacar a menor, na altura com 9 anos.

Segundo o MP, o arguido, “aproveitando a circunstância de estar desempregado e passar períodos do dia em casa com a filha da companheira, manteve com a criança, então com nove anos de idade, contactos de natureza sexual”. A maioria dos crimes foi cometida durante o período de tempo em que o agregado familiar residia na ilha espanhola, mas foi em Portugal que foi surpreendido a atacar sexualmente a vítima. Está acusado de abuso sexual de crianças agravado.