Quase 18 mil veículos apanhados em excesso de velocidade entre 5 e 11 de junho

0
729
Foto: Freepik

Foram 17,8 mil os veículos detetados pelos radares com excesso de velocidade durante a campanha ‘Viajar sem pressa’, que decorreu entre 5 e 11 de junho. O número é avançado num comunicado conjunto da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), Guarda Nacional Republicana (GNR) e Polícia de Segurança Pública (PSP), autoridades que promoveram a campanha.

Durante as operações, foram fiscalizados em controlo de velocidade por radar 4.886.084 de veículos, 17.811 dos quais circulavam com excesso de velocidade.

Nesta campanha, registou-se um total de 2.510 acidentes, de que resultaram duas vítimas mortais, 42 feridos graves e 749 feridos leves. É um decréscimo relativamente ao período homólogo de 2023: verificaram-se menos 186 acidentes, menos 12 vítimas mortais, menos sete feridos graves e menos 64 feridos leves.

A campanha foi também divulgada nos meios digitais, nos Painéis de Mensagem Variável e através de três ações de sensibilização da ANSR, realizadas em simultâneo com as operações de fiscalização levadas a cabo pela GNR e pela PSP, no Barreiro, em Matosinhos e em Santarém. Idênticas ações ocorreram nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira. Nesse sentido, foram sensibilizados 442 condutores e passageiros para o perigo da velocidade excessiva na condução.

Esta foi a sexta das 12 campanhas de sensibilização e de fiscalização planeadas no âmbito do Plano Nacional de Fiscalização de 2024. Até ao final do ano serão realizadas mais seis campanhas, uma por mês, com ações de sensibilização e de fiscalização.