Senhoria não cobra mês a cabeleireira da Póvoa que teve de parar negócio pouco depois de abrir

0
14889

O estado de emergência tem sido devastador para qualquer negócio de porta aberta à base de clientes. Pior ainda quando se fala de um negócio recente, ainda à procura de recuperar o investimento e de se consolidar no mercado. Foi o caso do espaço «Hairy Tales», cabelereiro situado na Póvoa de Varzim, que estava aberto ao público nem há meio ano quando se viu forçado a parar. Mas a senhoria deu uma preciosa ajuda.

Na foto, Mara Leonor, cabeleireira do Hairy Tales, revela que a sua senhoria não lhe cobrou a última mensalidade

Texto completo na edição desta semana. Enquanto decorrer o estado de emergência, pode aceder ao jornal em PDF gratuitamente, enviando o seu e-mail para geral@maissemanario.pt ou descarregando aqui