Todo o país e não só Lisboa em estado de contingência a 15 de setembro para precaver regresso às aulas e ao trabalho

0
732

O Governo anunciou que, face à pandemia do novo coronavírus, a partir de 15 de setembro todo o país vai entrar em situação de contingência, nível no qual já se encontra a região de Lisboa e Vale do Tejo. O restante território está nesta altura em alerta, um nível acima, ou menos ‘perigoso’.

A ministra da presidência, Mariana Vieira da Silva, explicou esta quinta-feira que o executivo vai alargar o alerta para contingência em função do regresso às aulas e aos postos de trabalho. A partir de 15 de setembro, o país entra em situação de contingência com “um conjunto de medidas para preparar o outono e o inverno”. Estas serão anunciadas em breve. “Viveremos tempos mais difíceis”, admitiu a governante.

“O objetivo é preparar o país para o regresso às aulas e de muitas pessoas ao seu local de trabalho, depois de terem estado muitos meses em teletrabalho”, afirmou.

A situação de alerta, aquela em que o país se encontrava antes de ser decretado o estado de emergência em 18 de março, é o nível mais baixo de intervenção previsto na Lei de Bases de Proteção Civil, depois da situação de contingência e de calamidade (mais elevado).