“Varzinistas são precisos sobretudo na hora da derrota” (fotos)

1186

O Varzim celebrou na terça-feira os seus 103 anos com uma gala no Casino da Póvoa. Foram entregues os emblemas de ouro e prata a sócios com 50 e 25 anos de filiação.

No jantar estiveram 300 pessoas, entre as quais Pedro Proença, presidente da Liga Portugal, e vários dirigentes federativos e associativos.

Nos habituais discursos, destaque para o de Luís Diamantino, vice-presidente da Câmara. Notou que tem sido uma época dura para o Varzim, mas é precisamente nestas horas que se deve apoiar: “O clube precisa de varzinistas não só quando ganha. Precisa, sobretudo, quando perde”, avisou.

Depois, dirigindo-se a Pedro Faria, elogiou o trabalho da direção num momento difícil do clube, mas deixou também duas sugestões. Primeira: “É preciso estarmos mais próximos dos sócios e trazer mais sócios ao Varzim. É preciso estarmos mais abertos para que eles venham. O Varzim não é meu nem vosso, é de todos”. E a outra: “É preciso mais aposta na formação. Se assim for, o clube vai ter futuro”.

Reportagem completa na edição papel de 2 de maio.