Câmara da Póvoa abre concurso para dinamizar espaço onde está o bar Plastic

1872

Na tarde deste domingo, a Câmara da Póvoa de Varzim emitiu um comunicado sobre a atual concessão do espaço onde está instalado o clube de diversão Plastic, na zona junto aos armazéns do porto de pesca da Póvoa.

De acordo com a edilidade, o espaço “não estava a garantir uma atividade contínua e permanente” situação que contraria o atual “perfil sazonal” do bar Plastic gerido por Miguel Camões.

Na nota, a Câmara da Póvoa faz saber que em “breve será aberto novo concurso público para a concessão daquele espaço”, garantindo que “todos terão oportunidade concorrer, incluindo o Plastic”.

Ora, Miguel Camões, gerente do Plastic, na noite de sábado, escreveu na sua página na rede social Facebook, que “Hoje, dia 9 de Novembro de 2019, é a décima sétima rentrée do Plastic Deluxe”, sendo “uma reabertura agridoce”, anunciando “a alegria que nos caracteriza em, mais um ano, estarmos com vocês” e também “a tristeza de termos a ameaça de encerramento”.

Miguel Camões afirma que “não se conforma” com a decisão da autarquia, e garante que “ao longo de todos estes anos as regras de funcionamento do Plastic Deluxe sempre foram do conhecimento e com a anuência da CMPV. Todas as alterações foram previamente conversadas com a CMPV, designadamente quanto aos dias e horários de funcionamento e sazonalidade”.

Já o município, no comunicado deste domingo “refuta todas as alegações enunciadas por Miguel Camões, nomeadamente que lhe tenha transmitido que deveria encerrar o Plastic”, garantindo que “o município está e estará sempre ao lado de todos aqueles que queiram construir uma comunidade positiva, dinâmica, e de progresso para todos”.

Na publicação, Miguel Camões refere que tentou falar com o presidente de Câmara sobre este assunto, e afirmou que a cidade “não pode perder mais um espaço noturno já com 17 anos”, e garantiu que “estamos a usar dos meios ao nosso alcance para lutar contra esta decisão e permanecermos vivos”.

Já o comunicado da edilidade poveira sublinha “as boas-vindas ao Plastic, depois de longos meses de encerramento e abandono do lugar, com evidente prejuízo do espaço público, e formulamos votos de que regresse à atividade permanente e em nome de uma comunidade mais animada e feliz”.

Refira-se que antes da anunciada rentrée do Plastic deste fim de semana, e de acordo com a sua publicação na rede social, a última festa ali realizada foi quase há 5 meses, a 20 de junho.