Ladra diz que foi agredida por populares

1095

Uma mulher que no sábado assaltou uma sapataria nas Caxinas, tendo chegado a esfaquear a proprietária, alega ter sido agredida por populares após ter sido libertada pelo tribunal.

De acordo com o CM, tudo se terá passado ontem quando foi buscar o carro, estacionado junto à loja. Terá dito à PSP que foi atacada e que teve que ir ao hospital, sem ter contudo apresentado queixa formal.