Basquetebolista do CDP espera regressar à Póvoa para competir

400

O basquetebolista Stanko Ilic, da equipa sénior do CD Póvoa, já se encontra em Belgrado, depois de viajar para o seu país após a paragem forçada da Proliga. Longe dos familiares, continuar na Póvoa de Varzim não era a situação ideal perante um cenário adverso.

Já no convívio dos seus, o atleta conversou com o MAIS/ Semanário e revelou o que encontrou: “Ainda no aeroporto deram-me uns papéis com indicações sobre o que fazer, sendo certo de que estaria de quarentena 14 dias sem poder contactar fisicamente com ninguém. O nosso dia a dia é estarmos nas nossas casas, sendo que os transportes públicos só funcionam para quem trabalha em hospitais e supermercados. Há um recolher obrigatório das 17h às 5h, onde apenas podem sair à rua durante uma hora para passear os cães das 20 às 21h”.

O basquetebolista disse também que “já chegaram médicos chineses para ajudarem a controlar esta pandemia” e refere que “basicamente, esta nossa situação é um pouco parecida com a que estava aí quando vim para a Sérvia. Aproveito esta oportunidade para enviar cumprimentos para os meus colegas de equipa, para os nossos adeptos e para todos os poveiros, com votos de que um dia se reúnam as condições para voltar”.