Casal constituído arguido por violar confinamento obrigatório em Caxinas

Um homem de 62 anos, reformado, e a sua esposa de 60 anos, operária da indústria conserveira, foram constituídos arguidos por terem violado o confinamento obrigatório.

Esta quarta-feira de manhã numa ação de fiscalização nas Caxinas, a polícia deslocou-se a uma residência onde era suposto estarem 5 pessoas em confinamento. Mas só lá estavam 3.

A mulher viria a ser localizada no seu local de trabalho e o homem em plena via pública. Após localizados, foram conduzidos ao interior da habitação, tendo sido constituídos arguidos.

Esta ação policial foi conduzida pela 8.ª Esquadra de Investigação Criminal, afeta à PSP.