Coronel cessa funções na Proteção Civil da Póvoa de Varzim

O coronel Paulo Esteves está de saída do cargo de assessor da presidência na área da Proteção Civil e Polícia Municipal da Póvoa de Varzim. A Câmara irá abrir novo recrutamento, através de concurso público, para colmatar esta vaga que fica oficializada a partir de dia 1 de junho.

Aires Pereira, presidente da autarquia, explicou que esta mudança acontece porque o coronel “se encontrava numa situação militar muito particular”, disse, no final da reunião de executivo de quarta-feira. “Não tinha ido para a reserva enquanto esteve a trabalhar connosco. Este ano operou-se a passagem definitiva [para a reserva] e a situação em que estava aqui já não era possível”, explicou. “Iremos agora fazer o recrutamento através de concurso, quer para a Proteção Civil, quer para a chefia da Polícia Municipal”.

“Colaboração e capacidade” do militar

O edil aproveitou o momento para destacar a “colaboração e capacidade” de Paulo Esteves nos anos em que serviu o município poveiro.

Também o comandante dos bombeiros da Póvoa de Varzim, Francisco Nova, já reagiu a esta saída. “Esteve presente sempre com uma grande disponibilidade para ajudar. É com imensa pena que o vemos partir da Proteção Civil”, vincou nas redes sociais.

Na foto (arquivo) Paulo Esteves com Aires Pereira, na receção da nova viatura da Proteção Civil da Póvoa de Varzim em fevereiro de 2019.