Cruz Vermelha de Vila do Conde demarca-se de corrida de galgos em Mindelo

756

Opiniões de desagrado manifestadas nas redes sociais, principalmente por parte de pessoas ligadas a grupos de defesa de animais, levaram a Cruz Vermelha de Vila do Conde a retirar apoio a uma corrida de galgos marcada 13 e 14 de julho, em Mindelo.

Luísa Eça Guimarães, presidente da Cruz Vermelha local, disse à imprensa nacional que o apoio dado pela mesma ao evento era uma forma de angariar “verbas importantes” de apoio à população, designadamente na área do socorrismo e transporte de doentes.

A Associação Galgueira e Lebreira do Norte não respondeu diretamente à polémica da Cruz Vermelha mas partilhou, na sua página de facebook oficial, um post de uma veterinária da Câmara Municipal de Vila do Conde, Cláuda Terroso.

“Sou veterinária municipal há 15 anos, e estando a Associação Galgueira sediada no Concelho, passou a ser solicitada a minha presença nas corridas de forma a garantir o bem-estar animal e cumprir a legislação em vigor. Fiz inúmeras inspeções e a quase totalidade dos galgos de corrida são dóceis, sociáveis e bem tratados pelos donos. Em 15 anos nunca foi recolhido um galgo na via pública pelos Serviços Oficiais, ao contrário de outras raças e dos de raça indeterminada”.