Sábado, Setembro 18, 2021
More

    Desporto Sénior (re)abre com sucesso mas com uma dificuldade

    A (re)abertura oficial do Desporto Sénior na Póvoa de Varzim decorreu esta manhã no Pavilhão Municipal.

    Foi a primeira aula de ginástica lecionada nesta edição do Desporto Sénior (DS), à qual se seguiu a aula de hidroginástica nas Piscinas Municipais.

    A iniciativa que anualmente se repete no município da Póvoa, esteve suspensa durante cerca de um ano e meio, por ser considerada um ambiente de fácil contágio da doença Covid-19 para os alunos, todos inseridos no grupo de risco.

    Com o avançar do processo de vacinação, que já ultrapassou os 75%, o projeto voltou a reunir condições para arrancar e bateu recordes de inscrição. No primeiro dia de inscrições, faziam-se filas e, para já, estão mais de 600 idosos inscritos que espontaneamente quiseram participar desta iniciativa. Um número, certamente, inferior ao de edições anteriores, onde chegaram a estar “mais de 1000 idosos – que vinham tanto da cidade como das freguesias, em transportes da Câmara ou das instituições – inscritos nas mais diversas modalidades porque o Deporto Sénior tem várias atividades como ginástica, piscinas ou musculação”, referiu o Presidente da Câmara, Engenheiro Aires Pereira.

    Nesta re-abertura do Desporto Sénior, o Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, fez questão de ir saudar os alunos que já tinham saudades de ali se encontrar. “Quase um ano e meio parados, estão mais enferrujaditos um bocadinho”, brincou o Edil, lembrando a urgência de retomar este projeto na comunidade. “É preciso voltar outra vez a mexer, que se voltem a restabelecer os laços de amizade e o convívio entre vocês. Divirtam-se!”, foi a mensagem que deixou aos alunos.




    Num ambiente de boa disposição, amizade e convívio fraterno, os alunos demonstraram um enorme agrado em regressar às aulas de ginástica. “Gostei imensamente! Isto só nos faz bem!”, “Muito bom! Excelente. Parabéns à Câmara por gerir esta iniciativa”, “Bem haja à Câmara Municipal porque tem sido muito amiga dos idosos!”, foram alguns dos comentários proferidos pelos idosos sobre o projeto.

    Apesar do sucesso que foi logo à partida, Aires Pereira, diz haver ainda uma dificuldade: “Estão mais de 100 pessoas em lista de espera das 600 que já estão inscritas, por força das limitações dos espaços. Esperemos que com o desconfinamento que está apontado, consigamos dar resposta a essas pessoas. Fundamentalmente na piscina,  porque o plano de água tem as limitações que têm a ver com a área que temos disponível e temos essas mais de 100 pessoas ainda por satisfazer”.

    Além do estímulo físico, o projeto é igualmente importante para a manutenção da rotina e das relações sociais, sendo por esse motivo muito benéfico para a preservação da saúde mental. “Acho que, nesta idade, estas iniciativas são o melhor para passar o tempo, além da parte física, o convívio que aqui se gera. Gosto de vir aqui”, contou o aluno Artur, de 67 anos, ao Mais Semanário.
     

    Artigos Relacionados

    Mais/Semanário