Durante dez anos agrediu e humilhou a mãe com problemas de saúde

A GNR, no dia 16 de março, deteve um homem de 36 anos por violência doméstica, no concelho de Vila do Conde.

Na sequência de uma investigação, os militares apuraram que o suspeito, durante os últimos dez anos, “agrediu, humilhou, injuriou e ameaçou de morte, de forma reiterada, a vítima, sua mãe de 59 anos, que se encontrava num estado de saúde muito debilitado”, descreve a guarda em comunicado esta quinta-feira.

O agressor “vivia e dependia” economicamente da sua mãe, à qual exigia diariamente dinheiro para satisfazer “os seus vícios”, sendo que, quando tal lhe era negado, tornava-se “muito violento”. Além do “terror” a que submetia a sua mãe e demais familiares, também causava “alarme social” na população local. Perante a gravidade dos factos e devido ao “escalar dos episódios de violência” física e psicológica, o agressor foi detido.

O homem, com antecedentes criminais da mesma natureza e ofensas à integridade física, foi presente, dia 17 de março, a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Matosinhos, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva, tendo sido conduzido ao Estabelecimento Prisional do Porto.

A ação, conduzida pelo Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) do Porto, contou com o reforço do posto territorial de Vila do Conde.