Edgar Pinho candidata-se a presidente do Varzim para “unir família varzinista”

1642

Edgar Pinho, de 64 anos, apresentou ao final da tarde desta sexta-feira as bases da sua candidatura às eleições do Varzim, marcadas para 21 de setembro.

O empresário ligado a várias áreas de atividade, adiantou que o principal propósito da sua candidatura “passa por devolver a tranquilidade aos sócios do Varzim”, garantindo que “não foi uma decisão fácil” para assumir a liderança de uma lista que concorra ao ato eleitoral.

O antigo presidente do Aguçadoura FC referiu a sua enorme ligação ao clube, sendo sócio desde os 10 anos, com o número 135, explicando que o gosto pelo Varzim vem desde quando “o seu pai foi vice-presidente do Varzim, entre 1974 e 1979, na presidência de Manuel Vaz”.

Afirmando-se como uma pessoa “conciliadora”, sublinhou que os objetivos são: “unir a família varzinista, com olhos no presente e olhar o futuro, apostando na Formação”.

Perante os jornalistas, Edgar Pinho disse que está “disponível para colaborar com a Comissão Administrativa que será eleita a 16 de agosto”, sublinhando que tem “conhecimento de tudo o que se passa atualmente no clube”.

Durante a conferência de imprensa, Edgar Pinho, que surgiu na sala sem qualquer apoiante ou possíveis membros que possam vir a integrar a sua lista, disse que “hoje só vim acompanhado pela minha mulher”.

Sobre a contestação gerada em volta de Pedro Faria, presidente demissionário, Edgar Pinho, disse “rever-se no movimento” reconhecendo “que as dificuldades que o Varzim atravessa são comuns e transversais aos clubes de futebol”.

Quanto ao anúncio da data das eleições para 21 de setembro, o candidato não quis se pronunciar, garantindo que estará na assembleia de 16 de agosto.

Edgar Pinho disse ainda, que este sábado estará a ver o jogo entre o Varzim e a Oliveirense, tendo sido o primeiro adepto do clube a chegar ao estádio do Covilhã, no jogo da Taça da Liga.

Foto José Alberto Nogueira