Emigrante poveira morta a tiro na Suíça

121404

Uma poveira de 48 anos, natural da freguesia da Estela e emigrante na Suiça, foi alegadamente assassinada a tiro, pelo marido, na noite de terça-feira.

De acordo com o jornal Tribune de Geneve, citado pelo website da TVI, o homicídio aconteceu numa casa nos arredores de Genebra. A polícia foi chamada pelo filho do casal, quando este chegou ao apartamento e viu a mãe já sem vida e o pai ferido, após tentativa de suicídio.

O Ministério Público já tomou diligências no sentido de instaurar um inquérito à morte da portuguesa, que deixa dois filhos e um neto.