GNR inicia operação para ajudar peregrinos que caminham até Fátima

A Guarda Nacional Republicana realiza a partir deste sábado a “Operação Peregrinação Segura” em todo o território nacional, com maior incidência em Fátima e nas suas principais vias de acesso, de modo a garantir a segurança o deslocamento dos peregrinos, assim como o controlo do tráfego rodoviário e a tranquilidade pública no Santuário e zona envolvente, durante a realização das celebrações religiosas de 12 e 13 de maio.

Há grupos de poveiros e vila-condenses que estão na estrada a cumprirem os caminhos da fé.

Apenas 7.500 pessoas terão acesso ao interior do recinto do santuário, sendo que os parques de estacionamento em Fátima vão estar condicionado à lotação máxima no interior do Recinto de Oração.

Para cumprimentos das normas em vigor, “devem ser evitados os ajuntamentos e cumprir as regras de distanciamento físico, do uso obrigatório de máscara e a higienização das mãos”, reforça a GNR, que apela à consciência dos cidadãos para a importância do cumprimento das regras e das indicações das autoridades.

Conselhos aos peregrinos 

Apesar do recinto este ano, albergar apenas 7.500 peregrinos, a GNR aconselha àqueles que se deslocam a pé que devem circular pela berma contrária ao sentido do trânsito e em fila, e não andar em locais onde seja proibida a circulação de peões.

A GNR lembra que os peregrinos devem “usar sempre, quer de dia quer de noite, coletes refletores” e não andarem sozinhos durante a noite, como deve ser sinalizado o início e fim do grupo. É ainda recomendado a “não utilização de auscultadores, ter em atenção ao atravessar as estradas e o cumprimento das regras sanitárias em vigor, bem como o uso de máscara e distâncias de segurança”, esclarece a autoridade.