Infeções descem na Póvoa e Vila num dia em que o índice de transmissão atinge zona limite

A taxa de infeção por cada 100 mil habitantes, na Póvoa de Varzim, baixou de 124 para 111. Em Vila do Conde baixou de 48 para 28. Estes dados, retirados do boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde sobre a pandemia, reportam-se às duas semanas entre 17 e 30 de março.

Recorde-se que a linha vermelha, definida pelo governo para avançar ou recuar no desconfinamento, é de 120. Ou seja, a Póvoa de Varzim já saiu do patamar de perigo, enquanto Vila do Conde continua bem abaixo dos 60, considerado um valor mais seguro.

Em números reais de infetados, isto quer dizer que a Póvoa passou de 78 para 70. O município vizinho foi de 39 para 22.

R(t) chega ao 1

Em Portugal, no domingo, houve mais 159 infeções e 6 óbitos causado pelo novo coronavírus. Contudo, o índice de transmissibilidade – o chamado R(t) – atingiu, no território continental, o limite máximo de 1 que o governo estabeleceu como linha limite para prosseguir com o desconfinamento. O R(t) está a agora perto da zona amarela da matriz de risco divulgada diariamente pela DGS.

A incidência cumulativa a 14 dias, ainda assim, continua baixa, ficando-se pelos 60.9 por cada 100 mil habitantes.

Na região norte houve 44 casos positivos e duas mortes nas últimas 24 horas.