“O futebol foi a melhor licenciatura que podia ter tirado”

Caetano, que este domingo se despediu dos relvados com um golo na vitória do Varzim em Penafiel, disse que teve “muito prazer em ter sido jogador de futebol e agora vou abraçar os projetos da família e começar uma nova etapa na minha vida.

À Sport TV no final do jogo que deu a segunda vitória do Varzim no campeonato da II Liga, Caetano agradeceu “a todos os colegas de equipas que tive, todos os clubes e todas as pessoas que lidaram comigo n futebol. Fui muito feliz no futebol”.

Na despedida emocionada, Caetano confessou que “sou muito grato ao futebol e foi a melhor licenciatura que poderia ter tirado e estou muito orgulhoso da minha carreira e vou começar a construir uma nova carreira”, e acrescentou a importância da família: “Acabei no clube da minha família, no clube da minha namorada e pedi ao presidente do Varzim que queria acabar aqui a minha carreira, neste jogo”.  

Sobre Edgar Pinho, presidente do Varzim, Caetano expressou um agradecimento especial. “Hoje em dia não há presidentes assim no futebol. É um presidente que está para servir o clube e não para se servirem do clube”.

Quanto à possibilidade de reconsiderar após ter marcado o golo da vitória do Varzim, Caetano explicou que foi para o jogo com duas camisolas e “tinha a ideia que ia fazer o golo e fui dar a camisola à minha mãe, que também esteve presente quando joguei nas escolinhas no Paredes e esteve presente quando joguei pelo Paços de Ferreira na Liga dos Campeões quando joguei contra o Zenit. Acompanhou-me sempre e fui agradecer, porque esteve sempre presente comigo, como o meu pai, irmã e namorada, pessoas mais importantes na minha vida”.

Para lembrar a carreira como futebolista, Caetano disse que “tive a felicidade de jogar a final da Taça da Liga, na Liga dos Campeões, na Liga Europa, mas o mais importante foi a final do Campeonato do Mundo contra o Brasil, na Colômbia”, tendo marcado presença no Mundial Sub-20 de 2011, edição em que Portugal foi finalista vencido.

Foto Varzim SC / José Alberto Nogueira