Perseguição policial a ladrão de carro acaba em V. Conde

3860

Um verdadeiro rasto de destruição aquele que foi deixado nos últimos dias por um desempregado de 50 anos, residente em Infesta.

É suspeito de: furtar um carro, conduzir sem carta, não respeitar regras e sinais de trânsito, danificar 3 viaturas, tentar atropelar um agente policial, abalroar um carro da PSP, estar na posse de droga ilícita.

Tudo terminou ontem de manhã em Vila do Conde, localidade de Rio Mau, rua de Casal Novo. A PSP estava a fazer patrulha na A28, em Matosinhos, quando viu a circular o carro roubado, sobre o qual já havia sido feita queixa há vários dias na esquadra de Infesta.

Ora, a PSP exigiu que o condutor encostasse, mas ele ignorou e colocou-se em fuga a grande velocidade, “em desobediência a regras e sinais de trânsito, não tomando as devidas precauções de segurança rodoviária, que originaram danos materiais em três viaturas”, informam as autoridades. Na sequência da perseguição, o suspeito só veio a imobilizar a marcha na tal rua de Vila do Conde.

De notar ainda que o homem não tem carta de ligeiros e ainda “é suspeito da tentativa de atropelamento de um agente policial e abalroamento de uma viatura da PSP, em Leça do Balio, no passado dia 29 de julho”.

Depois da perseguição de ontem, também se verificou que se encontrava na posse de produto estupefaciente, que lhe foi apreendido.