Polícia Municipal da Póvoa fecha “loja dos chineses” por violar regras do estado de emergência

Elementos da Polícia Municipal da Póvoa de Varzim encontraram na manhã deste domingo uma loja “denominada loja dos chineses” com a porta aberta, que estava em pleno funcionamento e com um cliente no seu interior. O proprietário da loja foi obrigado a encerrar o estabelecimento.

A fiscalização ocorreu por volta das 11h30 e para além de obrigar ao encerramento do estabelecimento comercial para cumprir as regras do Estado de Emergência e de confinamento em vigor, identificou as pessoas que estavam no local.

Fonte da Polícia Municipal não especificou o local, mas adiantou que “vão ser elaborados os respetivos autos de contraordenação: um ao proprietário por inobservância do dever de encerramento do estabelecimento, estando prevista coima no valor mínimo de dois mil euros, assim como ao cliente por incumprimento do dever geral de recolhimento domiciliário, bem como por falta de uso de máscara cuja infração tem prevista uma coima de valor mínimo de 200 euros”.