Póvoa Arena já tem visto do tribunal e obras arrancam em dezembro

A obra da futura Póvoa Arena, que vai nascer no local da antiga Praça de Touros, já tem o parecer positivo do Tribunal de Contas. A partir deste momento já se pode dar início aos trabalhos, algo que deverá acontecer a partir do próximo dia 2 de dezembro, com a instalação do estaleiro, disse Aires Pereira, presidente da Câmara da Póvoa de Varzim, na reunião do executivo de terça-feira.

Sobre este tema, o edil espera que a obra decorra sem sobressaltos e possa estar concluída dentro dos prazos contratualizados, ou seja, num espaço de cerca de 24 meses.

A obra, orçada em 9 milhões foi adjudicada à empresa de Braga ABB (Grupo Alexandre Barbosa Borges).

Como já tinha sido revelado pelo MAIS/Semanário, da estrutura só fica a forma, ou seja o anel, sendo destruído a atual infraestrutura para ali nascer uma cave onde serão colocados todos os serviços de apoio à Arena. O pavilhão multiusos, que terá o nome de Póvoa Arena, vai contar com capacidade para três mil pessoas nas bancadas e mais mil na arena.

No futuro, o equipamento que visa a transformação da Praça de Touros num multiusos, ficará preparado para receber os mais diversos eventos culturais, desportivos e empresariais. O espaço terá estabelecimentos comerciais, além de balneários e camarins para usufruto dos artistas e atletas que por lá vão passar.