Recuperadas em Vila do Conde mais de 50 aves capturadas ilegalmente para serem vendidas

A GNR, nos dias 23 e 24 de fevereiro, identificou em Vila do Conde dois homens de 59 e 69 anos por captura ilegal de aves para posterior comercialização.

Na primeira situação, no decorrer de um patrulhamento, a Guarda detetou, num terreno daquele concelho “uma rede com esticadores que tinha como objetivo a captura de espécies autóctones protegidas”, dizem os militares em comunicado. Foi identificado o responsável de 69 anos, tendo sido resgatadas 32 aves, incluindo pintassilgos. Foi ainda apreendido material usado na captura.

No segundo caso, na sequência de uma denúncia anónima, foi identificado o autor e apreendida uma gaiola e resgatadas mais 24 aves, entre elas pardais.

Os animais foram entregues ao Parque Biológico de Vila Nova de Gaia para monitorização do seu estado de saúde e posterior libertação no seu habitat natural.