Roubado à mão armada junto à marina da Póvoa após ser atraído para suposto encontro com mulher

A Polícia Judiciária realizou na terça-feira buscas domiciliárias na Póvoa de Varzim, detendo um suspeito, fortemente indiciado pela prática de roubo agravado e burla através da internet.

Segundo conta a PJ, os factos ocorreram em 29 de março de 2020, cerca das 22 horas, junto à marina da Póvoa de Varzim, na sequência de “um encontro previamente marcado entre o ofendido e uma pessoa do sexo feminino sua conhecida”, é descrito em comunicado

Neste local foi “surpreendido por vários comparticipantes” que, mediante a ameaça com armas de fogo, “apropriaram-se de bens e dinheiro que o ofendido detinha”.

Um dos coautores destes crimes já tinha sido detido em novembro de 2020, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Agora este detido, de 28 anos de idade, servente da construção civil, já com várias referências criminais por crimes contra o património e contra as pessoas, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.