Três atletas do Bodyboard do Naval Povoense no Circuito Mundial

0
438

O melhor bodyboard do mundo regressa a Portugal com o SINTRA PRO 2021 na praia Grande uma referência no roteiro internacional de provas de bodyboard pela qualidade da sua ondulação.

A 25ª edição da prova que começou no dia 7 de setembro, terça-feira, continuará a decorrer até ao próximo domingo, dia 12, com a praia Grande a receber os melhores bodyboarders do mundo, entre os quais três atletas do Clube Naval Povoense (CNP).

Ricardo Rosmaninho, Joel Rodrigues e Isaac Moreira representam o CNP e a Póvoa de Varzim no topo do Bodyboard Mundial, naquele que é o mais antigo evento de desportos de ondas realizado em Portugal, facto que é “um grande orgulho para o CNP colocar mais uma vez atletas no patamar mais alto do bodyboard Mundial”, explica na nota o Clube poveiro.

Ricardo Rosmaninho já foi por várias vezes o melhor atleta português, e nas provas mundiais conta conta com vários resultados brilhantes, entre os quais o 7º lugar no mundial na Nazaré em 2015. No segundo dia de prova, o atleta alcançou o melhor ocorre de todo o campeonato, 14,27 e também a segunda melhor onda 7,27 no primeiro heat. O seu segundo heat do dia foi adiado devido às fracas condições do mar.

Joel Rodrigues é o atual vice-campeão europeu sub18 e conta com um 5º lugar no mundial júnior de 2018 pelo que é um forte candidato ao 1º lugar da categoria ProJúnior. No segundo dia da competição, avançou dois heats e já se classificou nos melhores 32 atletas da divisão Open, garantindo o seu lugar na ronda quatro, juntamente com os maiores atletas do mundo.

Por sua vez, Isaac Moreira, que já foi campeão europeu por equipas, em representação de Portugal, “é um atleta com capacidade para grande performance em qualquer tipo de mar”, diz-nos Rui Campos, treinador e responsável pela secção de Bodyboard do Clube Naval Povoense. Devido ao nervosismo, o bodyboarder poveiro não conseguiu mostrar o seu potencial, tendo sido foi eliminado na primeira ronda do segundo dia de competição, terminando a sua prestação no Sintra PRO 2021.

A prova portuguesa irá atribuir o título mundial da variante de dropknee, ao mesmo tempo que fará parte da IBC World Cup, competição que em 2021 toma o lugar do Mundial de Bodyboard, entretanto cancelado por causa do atual contexto pandémico. Para além do dropknee, teremos dentro de água as categorias Open, Feminino e Pro Júnior.