1500 pescadores indonésios vêm colmatar falha do setor na região e no país

821

A Associação Pró-Maior Segurança dos Homens do Mar e a empresa Citrimarine assinaram no sábado um protocolo que agiliza a vinda e a estadia de pescadores indonésios para Portugal.

Mais de 200 indonésios já estão a trabalhar no nosso país, sendo que o mínimo necessário para uma pesca “em condições” são 1500.

Noticia desenvolvida na edição impressa desta semana do MAIS/Semanário.