Após o confinamento calor leva muita gente até às praias da Póvoa (fotos)

3010

Este domingo, milhares de pessoas aproveitaram as boas temperaturas para irem até às várias praias do concelho poveiro após mais de dois meses de confinamento. As regras de distanciamento social entre pessoas e grupos está a ser realizado.

O bom tempo já tinha sido aproveitado por muitos no dia de sábado, usufruindo também do facto de marginal da Póvoa de Varzim estar encerrada ao trânsito automóvel, situação que irá suceder durante o verão.  

Na generalidade, as medidas impostas têm sido seguidas pela população, mas há quem note que ainda subsiste algum receio na retoma das atividades tradicionais do verão na Póvoa de Varzim.

“Durante a semana ainda vejo pouco gente na praia, mas aos sábados e domingos já se nota um aumento gradual, sobretudo com pessoas de fora da cidade. Vejo que ainda há medos, mas acho que isso vai passar quando o calor aumentar”, partilhou Alberto Castro, natural da Póvoa de Varzim, e utilizador frequente da praia.

O poveiro explicou que, aos fins de semana, “a marginal está cortada ao trânsito e a polícia municipal faz rondas frequentes e deixar avisos”, considerando que tal “tem ajudado na sensibilização”.

Projeto AquaVida já funciona

A opinião também é partilhada por Alexandre Galiza, nadador salvador, que no sábado participou no primeiro dia de vigilância das praias este ano, no âmbito do projeto “AquaVida”, promovido pela associação Os Delfins, com as autarquias da Póvoa de Varzim e Vila do Conde.

“A generalidade das pessoas tem cumprido as regras, mas preocupa-me os mais os jovens. Têm-se juntado em grandes grupos, e sem grandes cuidados no uso de máscara ou no distanciamento”, partilhou o nadador salvador.

Alexandre Galiza lembrou que “a grande missão dos nadadores salvadores é a segurança das pessoas em relação ao mar” e, mesmo admitindo que “haja uma colaboração com as autoridades marítimas para prevenir os ajuntamentos”, considerou que “tal será difícil de controlar”.

“Noto que as pessoas estavam ansiosas por voltar ao exterior e vão sair cada vez mais. Pessoalmente, acho um erro a época balnear começar tão tarde, porque vamos ter mais um mês em que as praias vão ter muita gente, mas sem a fiscalização, vigilância e até limpeza, que normalmente existem neste período”, partilhou o nadador salvador.

A época balnear na Póvoa de Varzim só irá iniciar-se a 27 de junho, quando habitualmente começava a 15 de junho, e a Câmara Municipal local está já preparar com as autoridades, concessionários e empresários, várias normas a aplicar.

Fotos de José Alberto Nogueira, este domingo entre as 11h e as 12h30.