Desmantelavam carros para venda de peças em oficinas de Póvoa de Varzim e Vila do Conde

10237

O DIAP de Penafiel (Departamento de Investigação e Ação Penal) deduziu acusação contra 13 pessoas por furto e desmantelamento de automóveis para venda das peças e também para reconstrução de veículos acidentados, fez saber esta terça-feira a Procuradoria Regional do Porto.

Uma oficina de reparação automóvel na Póvoa de Varzim e outra em Vila do Conde foram dois dos seis locais do norte onde os arguidos operaram, entre março e setembro do ano passado.

A acusação diz que sete dos 13 arguidos transportaram, ocultaram, transformaram e viciaram 13 veículos, furtados aos seus proprietários em vários pontos dos distritos do Porto e de Braga, num valor global de 353.200 euros. Cinco outros arguidos receberam componentes e peças provenientes do desmantelamento destes veículos, para posterior revenda a terceiros.

Já um dos arguidos entregou para desmantelamento a sua própria viatura, tendo denunciado falsamente à polícia que a mesma lhe tinha sido roubada. Com esta denúncia, fez uma participação à companhia de seguros, tentando ser ressarcido do prejuízo (21.149 euros)

Foto iStock/Noticiasaominuto