Detido por agredir ex-mulher com quem partilhava casa apesar de divorciados há um ano

A GNR deteve ontem em Vila do Conde um homem de 52 anos por violência doméstica. A Guarda apurou na sua investigação que o suspeito, habitual consumidor de bebidas alcoólicas, “terá agredido, injuriado e ameaçado de morte a vítima, sua ex-mulher de 52 anos, com quem vivia e partilhava habitação desde que se divorciaram há cerca de um ano”, é explicado em nota de imprensa.

O agressor já havia sido condenado a dois anos e meio de prisão, com pena suspensa, por crime da mesma natureza contra a vítima, tendo o último ocorrido no fim do mês de abril, o que a levou a “sair de casa e ir morar para um local seguro”.

Tendo em conta “a gravidade dos factos e o escalar dos episódios de violência”, o agressor foi detido.

Já presente a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal de Instrução Criminal de Matosinhos, foram-lhe aplicadas as medidas de coação de obrigação de sujeição a tratamento à adição de alcoolismo de que padece, afastamento da residência da vítima, proibição de a contactar por qualquer meio ou forma, proibição de se aproximar dos locais habitualmente frequentados pela mesma, num raio de 300 metros, controlado por pulseira eletrónica.