Greve de professores: escolas da Póvoa a meio gás

1291

A greve dos professores está a fazer-se sentir no concelho da Póvoa, mas provavelmente com menos incidência do que no distrito do Porto e no país.

No caso da Escola Secundária Eça de Queirós, na Póvoa de Varzim, há dados oficiais: às 10h30, 47.3 % dos professores tinham aderido à greve. Na Secundária Rocha Peixoto, embora sem números concretos, o que é certo é que também houve vários grevistas mas a escola está a funcionar.

Em Campo Aberto, fecharam os jardins de infância e a escola de Terroso. As restantes funcionam a meio gás. Em Rates só a básica da Quinta é que está em atividade. No agrupamento Flávio Gonçalves, simplesmente não houve aulas. Quanto a Cego do Maio, a Giesteira, do 1º ciclo, encerrou. Na EB 2/3, havia 6 professores, num total de 24, isto às 08h30, pelo que a direção achou por bem fechar a escola. As outras têm aulas.

Relativamente a Aver-o-Mar, nas escolas do 1º ciclo só os meninos do ensino especial tiveram aulas. Na EB 2/3 a adesão chegou aos 65%.