Militar da GNR de V. Conde ficava com o dinheiro das coimas

5255

Um militar da GNR, do posto territorial de Vila do Conde, está acusado pelo Ministério Público do crime de peculato. Entre janeiro e março do ano passado, terá ficado com o dinheiro respeitante a contra-ordenações de estrada.

O arguido ter-se-á apropriado de um total de 504 euros, soma das quantias que cinco cidadãos lhe haviam entregue “como pagamento voluntário das coimas devidas pelas infrações ao Código da Estrada em que tinham sido autuados”, informou o MP esta terça-feira.