Militar poveiro em confronto com grupos armados africanos

1501

A força das Nações Unidas na República Centro Africana (MINUSCA), onde figura o poveiro Edson Alves, levou a efeito, na madrugada de domingo, uma operação no 3º distrito na cidade de Bangui, capital da República Centro Africana, com a finalidade de neutralizar os grupos armados que atuam neste distrito e que no passado dia 31 de março atacaram uma patrulha portuguesa.

A Força de Reação Rápida portuguesa, (constituída na maioria por militares paraquedistas e por três militares da Força Aérea), esteve envolvida na operação, tendo um dos militares portugueses ficado ligeiramente ferido na omoplata direita devido a um fragmento provocado pelo rebentamento de uma granada ofensiva.
O militar encontra-se bem e a recuperar favoravelmente.

Da ação determinada e proeficiente dos militares portugueses resultou a captura de quatro elementos do grupo armado opositor, diverso material e a destruição de viaturas do inimigo.

Na sua página de facebook, Edson Alves revelou que “está tudo bem comigo e com todos os paraquedistas. Temos um ferido ligeiro, é de lamentar mas nada de grave. Confrontos muito duros mas demonstramos a nossa prontidão. Ossos do ofício”.

Na foto: Edson Alves, à esquerda