Ministro diz que três mil funcionários podem chegar às escolas nacionais em janeiro

O ministro da Educação mostrou-se confiante de que a contratação de mais 3 mil assistentes operacionais a nível nacional possa estar concluída em janeiro e que nessa altura as escolas já contem com os novos funcionários.

“Acreditamos que em janeiro existam condições para que estes assistentes operacionais, se tudo for feito por parte dos municípios e por parte das escolas, possam estar nas nossas escolas. É isso que nós queremos”, disse Tiago Brandão Rodrigues na terça-feira após inauguração das obras na escola de Aver-o-Mar.

O número de funcionários que cada escola deve ter vai beneficiar, sobretudo, os alunos com necessidades educativas especiais. Segundo o governante, no cálculo do número de assistentes operacionais, estes alunos vão passar a ser contabilizados como 2,5 alunos, ao invés dos atuais 1,5.

“É um importante incremento na contabilização dos alunos, que necessitam de uma atenção redobrada”, sublinhou.

O ministro lembrou ainda as chamadas “bolsas de contratação”, criadas no ano passado e acessíveis a todas as escolas a partir deste ano, que permitem a substituição de assistentes operacionais ao fim de 12 dias de ausência do trabalho.

“A medida dá garantias que o efetivo corpo de assistentes operacionais seja real”, assegurou o ministro.