Não sabia que era polícia e tentou vender-lhe telemóveis falsos

Esta quinta-feira, pelas 13H38, no parque de estacionamento do hipermercado Pingo Doce, em Argivai, foi detido um homem por tentativa de burla e contrafação.

O suspeito, feirante natural de Olhão e residente na Póvoa de Varzim, interpelou sem saber um oficial de polícia, tentando vender-lhe três telemóveis falsos, fazendo-os passar por verdadeiros. Neste momento, o feirante foi informado de que a pessoa a quem tentou era na verdade agente da 8ª Esquadra de Investigação Criminal, da PSP.

Os aparelhos foram sujeitos a exame por parte de peritos das marcas falsificadas e foi confirmada a falsidade dos mesmos, bem como foram de imediato apresentadas as respetivas denúncias pelos representantes das marcas lesadas.

Nota ainda para a apreensão dos três telemóveis, cujo valor real de mercado rondaria os 4000 euros, sendo que o detido propôs a compra dos mesmos por 400 euros cada.

O individuo foi notificado para comparecer amanhã no tribunal da Póvoa de Varzim.