PCP quer acabar com portagens nas ex-SCUT da região

193

A organização regional do Porto do PCP apresentou na segunda-feira, junto à Rotunda dos Produtos Estrela, o projeto de resolução que prevê a eliminação das portagens na A28, A41/A42 e A29. O documento foi entregue na Assembleia da República e será discutido ainda este mês.

Para o PCP, a introdução de portagens significou um “retrocesso” e teve impactos “gravíssimos” na economia e nas condições de vida das populações.

“A introdução de portagens nas ex-SCUT, em 2010, designadamente nas do Norte Litoral, A 28, Grande Porto, A 41 e Costa da Prata, A29, constituiu um rude golpe no tecido económico e agravou as já difíceis condições de vida de todos aqueles que, sem alternativas, circulam nestas vias estruturantes”, pode ler-se no projeto de resolução.

Em qualquer dos concelhos atravessados por aquelas estradas, “as taxas de desemprego são superiores à média nacional, de 11 por cento”, analisam, completando: “Não admira por isso que es populações dessas zonas tenham mais de 38 por cento dos beneficiários do RSI, um indicador de pobreza, sendo que só o Porto tem 29 por cento”.