Póvoa ajuda imigrantes a aprender português (Fotogaleria)

805

Inicia-se em dezembro mais uma iniciativa do ‘Português para Todos’, curso promovido pelo Gabinete de Educação e Formação de Adultos da Póvoa de Varzim. As aulas decorrerão na Casa da Juventude.

Cerca de três dezenas de alunos de várias idades (entre os 20 e os 60), credos e origens (vindos de países como Bangladesh, Senegal, Marrocos, Venezuela, Ucrânia, Uzbequistão, China, entre outros) terão oportunidade de receber um certificado de nível A2, determinante para a obtenção ou renovação do visto de permanência no país aos cidadãos estrangeiros que residem ou trabalham no concelho.

A reunião preparatória e sessão de boas vindas deste curso, que começa a 4 de dezembro, decorreu nos Paços do Concelho, onde o vice-presidente da Câmara, Luís Diamantino, entregou os certificados referentes à formação anterior.

O também responsável pelo pelouro da Educação e Cultura e antigo professor de português, aproveitou ainda para deixar uma mensagem de inclusão e diversidade: “Da parte da autarquia, quero deixar claro que todos vós sois bem vindos à nossa comunidade, da qual já fazem parte. São cidadãos da Póvoa de Varzim como qualquer outro. Todos temos vivências diferentes mas são precisamente essas diferenças que nos enriquecem”.

Além das entidades já mencionadas, este projeto resulta da parceria e cooperação  dos vários serviços e departamentos  municipais, do Gabinete de Apoio ao Imigrante,  juntas de freguesia do concelho, Centro de Formação do IEFP de Viana do Castelo e Centro de Emprego da Póvoa e Vila do  Conde.