Restos mortais de heróis da Póvoa transladados para jazigo municipal (fotogaleria)

2883

Os restos mortais Cego do Maio, Patrão Lagoa e Patrão Ladinho, três heróis da Póvoa de Varzim, foram esta terça-feira transladados para o jazigo municipal, como forma de reconhecimento pelas dezenas de vida que salvaram no mar, no século passado.

A cerimónia, que decorreu ao fim da manhã desta terça-feira no Cemitério Municipal nº.1 da Póvoa de Varzim, pretendeu evocar os atos de heroísmo praticados, tanto em alto mar como na costa, quando a bordo dos seus barcos, ou no salva-vidas local, protagonizaram inúmeros salvamentos.

A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal, realizou-se no âmbito das comemorações dos 200 anos do nascimento do Cego do Maio, um dos mais importantes vultos história local, e também como  forma de assinalar a maior tragédia marítima da Póvoa de Varzim, ocorrida em 27 de fevereiro de 1892.

A evocação contou com a presença de Aires Pereira e Luís Diamantino, presidente e vice-presidente da Câmara da Póvoa, de elementos da Autoridade Marítima e religiosas, além de diversos familiares e amigos dos heróis poveiros.

Fotos de José Alberto Nogueira.