Vila de Rates terá nova Escola de Música e Museu de Arte Sacra

A Câmara da Póvoa de Varzim vai investir 700 mil euros na criação de uma Escola de Música e Museu de Arte Sacra, localizada na Praça dos Forais, vila de São Pedro de Rates e Rates.

O que se pretende é dar “nova vida” ao imóvel onde se encontrava instalada a residência paroquial, entretanto inutilizado e pronto a ser cedido à comunidade para a “promoção da educação e cultura local”, diz comunicado da edilidade.

Aires Pereira, presidente da Câmara Municipal, entregou em mãos ao pároco de Rates, padre Manuel Sá Ribeiro, o projeto que seguirá agora para a fase de revisão e que terá a duração prevista de um ano.

A futura Escola de Música e Museu de Arte Sacra tem em conta “o respeito pela história” centenária deste edifício setecentista, através da manutenção de todos os materiais, cores e qualidades dos materiais primitivos do mesmo. Será adotado o princípio de restauro e manutenção dos elementos construtivos mais significativos, mantendo os tetos e tabiques em madeira, assim como algumas paredes existentes.

Também representa uma “merecida homenagem” aos beneméritos que disponibilizaram este património à paróquia, como é o caso do padre Arnaldo Moreira, que antecedeu ao padre Manuel Sá Ribeiro como pároco de Rates, exímio músico e possuidor de um acervo mobiliário de valor reconhecido, e do professor Levi Guerra, cujo legado de obras de arte estará disponível para exposição no futuro museu.

De acordo com a Câmara, a escola de música ficará localizada no rés do chão, de modo a permitir a criação de condições de isolamento e condicionamento acústico para as salas de instrumento, e o espaço museológico no primeiro andar, tirando partido do uso das suas partes interiores originais. No atual logradouro do edifício será criado um espaço de auditório e, mesmo ao lado, a escada de acesso ao primeiro andar vai assumir-se como objeto escultórico, carregado de sentido enquanto elemento característico dos pequenos solares em área rural.

Imagem CMPV