PAN: Póvoa deve ser declarada cidade anti-touradas

803

O fim dos espetáculos tauromáquicos na Praça de Touros “tem como fundamento questões logísticas e não ideológicas”, acusa o partido Pessoas – Animais- Natureza (PAN) da Póvoa.

“Este tipo de eventos continuará a ser permitido mediante a atribuição de licença em terrenos públicos e, sem qualquer necessidade de licença em terrenos privados, conjuntura que o PAN rejeita veementemente”, explicam em comunicado.

Assim, lembrando uma ideia do programa autárquico, o partido liderado por Diana Vianez quer ver cumprida “a declaração da Póvoa como Cidade Anti-Touradas”.

Para tal, “almejamos que a atribuição de licenciamentos para espectáculos tauromáquicos em terrenos municipais deixe de ser possível, passando a realidade actual a representar infelizes lembranças de um passado marcado pelo desrespeito pelo bem-estar animal”.