Reabertura das discotecas e público nos estádios “não será nos próximos tempos”

20

“Não será certamente nos próximos tempos” a abertura ao público dos estádios de futebol e das discotecas. A garantia é da diretora-geral da saúde, Graça Freitas.

Tudo em nome da prudência, quando se aproxima o retomar das aulas e num dia em que se registaram mais 646 casos positivos de coronavírus, número mais alto desde abril.

“Manda a prudência que em alturas em que se verifica esta mobilidade populacional e potencial aumento de casos não ensaiemos outras medidas que podem levar ainda a mais contactos. Pelo que se vai passar dentro e à volta as escolas, temos de ponderar público nos estádios e abertura das discotecas neste quadro mais vasto, e não será certamente nos próximos tempos. Não há previsão, temos de ver o movimento de pessoas, que não é um fenómeno único, repete-se todos os dias”, disse esta quarta-feira.