Descida abrupta de infeções leva Póvoa e Vila para o terceiro patamar mais alto de contágio

A Póvoa de Varzim regista, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde sobre a pandemia, uma incidência cumulativa de 347 infetados por cada 100 mil habitantes. Em Vila do Conde são 339. Os dados reportam-se às duas semanas entre 3 e 16 de fevereiro.

O boletim semanal da Direção-Geral da Saúde, com os dados por município, foi divulgado esta segunda-feira. Na atualização anterior havia 1048 infetados por 100 mil pessoas na Póvoa de Varzim, e 872 em Vila do Conde.

Em números reais de infetados, isto quer dizer que a Póvoa passou de 658 para 218. Vila do Conde foi de 697 para 271.

No que se refere ao risco de transmissão da doença, ambos estão agora no terceiro patamar mais alto. Encontram-se no intervalo 240-479 casos, ou seja, «elevado».

A nível nacional, Portugal reportou no domingo 61 óbitos e 549 casos, passando o total de 16 mil mortes.