GNR vai garantir uma “Peregrinação Segura” neste mês de maio

0
928

Maio é um mês marcado pelas peregrinações ao Santuário de Fátima, em celebração das aparições. Para “apoiar e garantir a segurança dos peregrinos durante as suas deslocações”, a Guarda Nacional Republicana (GNR) vai intensificar as ações de patrulhamento nas principais vias de acesso à cidade de Fátima e no seu Santuário, entre os dias 4 e 14 de maio.

“Tratando-se de um evento de grande impacto a nível nacional e internacional, que reúne milhares de fiéis de todo o mundo, a GNR prevê um elevado número de peregrinos a efetuarem o percurso a pé, em grupos numerosos e circulando muitas vezes em vias com tráfego intenso e com bermas estreitas ou com ausência das mesmas, o que potencia o risco de atropelamento. Este significativo aglomerado de pessoas implica uma preocupação acrescida nos aspetos relacionados com a segurança”, indica a Guarda em comunicado.

A operação ‘Peregrinação Segura 2024’ vai ser realizada em duas fases. Entre 4 e 11 de maio, será aumentado o policiamento nas vias mais críticas e mais utilizadas pelos peregrinos pedestres, bem como nas envolventes dos locais do evento e respetivos eixos viários de acesso. Depois, entre 12 e 14 de maio, a GNR vai garantir a segurança das celebrações religiosas decorrentes no Santuário e zonas envolventes.

Aos peregrinos, a GNR deixa alguns conselhos. Não se esqueça de andar em fila indiana, sinalizar o início e o fim dos grupos, andar pela berma e devidamente sinalizado com coletes refletores, caminhar sempre na berma contrária ao sentido do trânsito, não andar em locais onde seja proibida a circulação de peões, não usar auscultadores, auriculares nem fazer uso do telemóvel durante o caminho, não andar sozinho durante a noite, e ter cuidado especial ao atravessar as vias.

Ao chegar a Fátima e ao Santuário, é aconselhável chegar atempadamente a fim de evitar filas prolongadas, não deixar bens à vista no interior dos veículos, ter sempre consigo os documentos pessoais, não transportar a carteira ou telemóvel no bolso de trás ou na mochila, evitar andar com grandes quantias de dinheiro, não levar bens de valor nem objetos ostensivos, ter sempre o telemóvel com bateria e o contacto dos elementos do grupo, sair dos espaços de forma calma e gradual, e nunca perder de vista os idosos e crianças que o acompanham.