Sábado, Janeiro 29, 2022
More

    Os Três Melhores Jogadores de Sempre Nascidos nas Caxinas

    Compilamos uma lista dos melhores jogadores nascidos nas Caxinas, os que mais brilharam no mundo futebol e verdadeiros embaixadores do espírito caxineiro.

    Os Jogadores das Caxinas

    Para além de bravos pescadores, as Caxinas, zona piscatória entre a Vila do Conde e a Póvoa de Varzim, perto do Casino da Póvoa, onde, tal como no Portugal Bonuses Finder, pode encontrar os melhores bónus, foi sempre uma terra de aguerridos e talentosos futebolistas.

    Os Três Melhores Caxineiros Futebolistas

    Hoje vamos recordar aqueles que, de acordo com Tony Sloterman, o proprietário da empresa Casinos Bonuses Finder, são os três melhores jogadores de sempre nascidos na região das Caxinas, numa lista que será sempre subjetiva e suscetível a sugestões e críticas, mas que ainda assim, arriscamos:

    Fábio Coentrão

    Natural de Vila do Conde, e formado no Rio Ave, o esquerdino é consensualmente considerado o melhor jogador de sempre das Caxinas. Afirmando-se desde cedo no futebol nacional com prestações impressionantes ao serviço de Rio Ave e Nacional, cedo conquista lugar no Benfica, onde brilha ao mais alto nível. Parte para o Real Madrid de José Mourinho, onde é feliz nas primeiras duas épocas e se afirma enquanto estrela futebolística mundial. Depois, começou o ocaso da estrela caxineira, que só voltaria a brilhar de leão ao peito, no Sporting, e no regresso a casa, ao Rio Ave. Aos 33 anos apenas, conta já com demasiadas épocas sem jogar. Dono de um pé esquerdo portentoso, o extremo e lateral esquerdo não chegou a atingir, de todo, o seu pleno potencial. Alguma indisciplina e irreverência, que o favoreceram dentro de campo, impediram o seu progresso e a sua afirmação plena na cena do futebol mundial. Ainda assim, Coentrão conta com passagens no Real Madrid, Benfica, Sporting e Mónaco, num currículo impressionante e que o poderia ter levado a um estatuto ainda mais prestigiante e indiscutível no futebol.

    Hélder Postiga

    Hélder Postiga foi um dos melhores pontas-de-lança portugueses de sempre e, naturalmente, um dos melhores futebolistas caxineiros de sempre. Nascido para o futebol no Varzim mas desde muito jovem na formação do Dragão, cedo se tornou numa referência do futebol nacional e um dos homem-golo da seleção. Com uma mistura de gelo nas veias e virtuosismo puro, Postiga era sinónimo de futebol espetáculo e golos, muitos golos. Um bom resumo da sua carreira poderá ser o momento em que, num Estádio da Luz com 60 mil espetadores e com milhões de telespetadores a assistir na televisão, em plenos quartos-de-final do Euro 2004, Hélder proporciona um momento mágico ao marcar um dos penáltis à Panenka mais icónicos de sempre, frente a Inglaterra. Com passagens pelo Tottenham, Saint-Etienne, Sporting e Valência, teve uma bonita carreira, plena de sucesso, tornando-se uma referência da seleção e do país futebolístico.

    Paulinho Santos

    Jogador mítico do Futebol Clube do Porto e da Seleção Nacional, Paulinho Santos nasceu e cresceu nas Caxinas. Médio defensivo possante, verdadeiro trinco à moda antiga, jogava com a raça, paixão e entrega típica dos homens e jogadores caxineiros, não sendo propriamente um prodígio com a bola nos pés. O que, porém, lhe faltava em técnica, compensava largamente pela capacidade de pressionar e roubar bolas ao adversário, bem como de impor o respeito em campo, por vezes, com recurso a alguma violência excessiva. Protagonizou famosos episódios de trocas de picardias, provocações e agressões com João Vieira Pinto em vários jogos disputados entre o FCP e o Sport Lisboa e Benfica, o que diz bem da raça deste jogador de rija têmpera e da forma como lutava pelas suas equipas.

     

    Artigos Relacionados